Veja o que funciona e o que não funciona no comércio de Nilópolis

A prefeitura de Nilópolis estendeu por tempo indeterminado a suspensão de atividades comerciais no âmbito do município, mais uma medida de contenção à expansão do coronavírus causador da Covid-19.

Uma ação conjunta da Ordem Pública, Fiscalização e Guarda Municipal, a Prefeitura de Nilópolis lacrou o calçadão da Mirandela no último sábado, 09 de maio.

Somente pessoas dos serviços essenciais terão passagem. As grades foram instaladas nas entradas da Av. Getúlio Vargas, Av. Getúlio de Moura, o acesso ao Shopping e na parte de cima das escadas rolantes do acesso à Supervia.

Os serviços essenciais podem funcionar, como supermercados, farmácias, laboratórios, clínicas médicas, mercados, padarias, açougues, estabelecimentos de fornecimento de água potável, venda e entrega de gás tipo GLP, postos de combustíveis, loja de produtos veterinários e alimentação animal.

Esses estabelecimentos com atendimento ao público podem ser punidos caso seus funcionários não estiverem trabalhando de máscara. Somente deverão permitir a entrada de quem estiver de máscara. A fiscalização será feita pela prefeitura, através da vigilância sanitária. Os estabelecimentos que não se adaptarem serão autuados com o pagamento de multa e podem ser fechados.

O que não está em funcionamento no Município? Os serviços em bares, restaurantes, clubes, confecções, lojas em geral, salões de beleza, esmaltarias, barbearias, comércio varejista, atacadistas e estabelecimentos congêneres, feira-livres, centros comerciais e shoppings-centers.

Bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, quiosques e trailers só podem funcionar com serviços de delivery, respeitando as medidas de higienização e distanciamento dos consumidores.

O decreto segue as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), e medida similar adotada pelo governo estadual. Vale lembrar que o decreto de fechamento do comércio permite o funcionamento destinados à venda de materiais de construção, ferragens e equipamentos de proteção individual.

Você pode gostar...

%d bloggers like this: