Pioneira, prefeitura de Nilópolis testa e protege os profissionais de Saúde

A Prefeitura de Nilópolis foi uma das mais rápidas da Baixada Fluminense em reagir aos desafios impostos pela pandemia da Covid-19. Aberto no dia 3 de abril, o Centro de Triagem Covid-19 já recebeu 8.600 pessoas com sintomas gripais e indícios clássicos do novo coronavírus. Por dia, são 125 atendimentos, em média. O Centro de Triagem fica ao lado da UPA JK, na rua Zezinho, ao lado da Igreja Batista.

A Prefeitura também tem feito uma campanha diária para convencer a população a seguir as diretrizes de higiene e distanciamento social. Sem este esforço, o número de vítimas seria bem maior. Os casos positivos registrados até 10 de junho foram 594, equivalentes a 0,037% dos 162.485 moradores de Nilópolis, segundo estimativa do IBGE. Os óbitos chegaram a 47, ou seja, 0,028% da população.

A cidade também está entre as pioneiras na testagem de todos os profissionais de Saúde, com testes rápidos, exames laboratoriais (de sangue) e tomografia computadorizada como medida preventiva. Dos 1.371 funcionários da Saúde, 48 foram infectados, um índice de 3,5%.

O Centro de Triagem de Nilópolis segue as diretrizes do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro. Os profissionais são qualificados na abordagem humanizada. A equipe de acolhimento, formada por técnicos de enfermagem, faz a verificação da temperatura com termômetro infravermelho, usa a oximetria (concentração de oxigênio circulante no sangue) e orienta ou entrega máscaras ao paciente.

Pacientes com temperatura alta e os sem febre são direcionados para lugares distintos por uma equipe de enfermeiros. De acordo com a classificação, são atendidos pela equipe médica. A ação dos profissionais e técnicos do Centro de Triagem facilita a internação dos pacientes com sintomas mais graves da doença.

O paciente sintomático positivo é orientado ao isolamento social, com a medicação liberada de acordo com o protocolo, e recebe a recomendação para retornar ao Centro de Triagem ou à UPA JK se houver aumento de esforço respiratório ou sintomas de maior gravidade.

Todos os pacientes positivos ou casos suspeitos são monitorados pelas equipes do Programa de Saúde da Família, que visitam diariamente pacientes em isolamento domiciliar e as famílias dos infectados. Os profissionais de saúde fornecem ou verificam medicamentos e prestam auxílio em geral. É realizado também o acompanhamento por telefone.

O parque tecnológico do Centro de Triagem é equipado com leitos de cama Foley, respiradores de transporte, bomba infusora, carrinho de parada com desfibrilador e monitor cardíaco multi parâmetro. A Prefeitura segue os protocolos de uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), de acordo com as portarias vigentes do Ministério da Saúde, para os funcionários da UPA JK, do Centro de Triagem e demais departamentos da Secretaria de Saúde.

De acordo com a direção da UPA JK, todos os funcionários da equipe multidisciplinar foram capacitados na utilização de seus respectivos EPIs para o atendimento aos pacientes. Foram distribuídos máscara NR95, máscaras cirúrgica, capotes com manga longa, macacões, óculos de proteção em acrílico, luvas de procedimentos e protetor de face para todos os funcionários da UPA.

A Prefeitura de Nilópolis presta também serviço de aconselhamento psicológico, que pode ser agendado pelo telefone (21) 3039-7565, de segunda a sexta-feira, de 9h até 16h. O serviço auxilia pacientes e familiares e funcionará durante o período de pandemia.

Você pode gostar...

%d bloggers like this: