CRAS de Nova Cidade promove sarau no Parque Sara Areal

Houve apresentações de dança do ventre, carimbó e outras, além de leitura de poesia.

Visando fortalecer o vínculo entre os frequentadores do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), a Secretaria de Desenvolvimento Social promoveu, nesta quarta-feira (11/8), mais um encontro com o grupo de convivência CRAS no Parque Municipal Sara Areal. Ele ocorre quinzenalmente. Desta vez, a equipe do CRAS levou hip hop, dança do ventre, carimbó, poesia e artesanato, com apresentação de aproximadamente 15 pessoas.

Hélia Maria, Zuita Coelho, Dalva, Rosemary, Maria da Graça, Albertina de Andrade, Luzia Glória, Solange Vita e Sueli Teixeira dançaram carimbó, uma dança típica rural de origem africana de Belém, no Pará, e encantaram a plateia.

Moradora do bairro Nossa Senhora de Fátima, Luzidalva Ribeiro, 69 anos, participa do grupo do CRAS há dois anos. “Eu vou a todo os eventos. Acho lindo. Onde eles vão, vou atrás”. O grupo tem 45 participantes, mas o Centro de Referência atende cerca de 300 pessoas.

A atriz e bailarina Mel Muzzillo, de 16 anos, é moradora de Nilópolis e já é professora de dança. “Fui convidada para participar do evento e estou muito feliz. Vim com o meu grupo e a gente se apresentou dançando hip hop e um solo de dança do ventre. Faço ballet e jazz desde os meus 2 anos de idade. É sempre bom estar envolvida com a arte que ainda vai salvar o mundo”, disse a bailarina formada em balé clássico pela Escola de Dança Maria Olenewa do Teatro Municipal do Rio.

Samire Souza, 29 anos, é escritora e assistente social e leu a poesia de sua autoria ‘A Guerra dos Pretos’. “Essa é uma poesia que descreve o racismo sociocultural e estrutural, uma das que mais gosto. Em tempos livres eu gosto de escrever. Tenho 150 poesias e há um ano decidi escrever algo fixo, e então escrevi o livro Em busca da serenidade lunar é um livro que fala sobre a poesia urbana. Envolve política, amor, natureza e sobre a rua”.

O CRAS de Nova Cidade é dirigido por Tayrine de Lima, conta com as assistentes sociais Jaqueline, Jéssica e Samires Souza, com a psicóloga Alessandra, a administradora Paula Novaes e a orientadora Meire, a oficineira Valéria e Tatiane. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na Rua Gonçalves Dias, sem número, em Nova Cidade.

Você pode gostar...